Juíza é morta em local de trabalho e guarda é o principal suspeito

Foi morta na noite de sábado (27) a juíza Diana Eveline Mereles Duarte, de 38 anos, na sede do juizado de Hernandarias, no departamento de Alto Paraná, subdivisão do Paraguai. Ela atuava na 1ª Instância Civil e Comercial no Paraguai.

O corpo da juíza foi encontrado pelos guardas no prédio em que ela trabalhava com ferimentos na cabeça.

O principal suspeito do crime é o guarda Wilson Miguel, de 28 anos, que cumpria expediente no local.

De acordo com a polícia, o guarda teria matado Diana por vingança, já que a vítima havia denunciado o suspeito por roubo.

Wilson Miguel foi encontrado pela equipe da 24ª Delegaia de Polícia e preso em uma área arborizada no bairro São Roque, a suspeita é que ele estava tentando escapar por um riacho.


Crédito imagem: Divulgação

Crédito matéria: Dani Mendes