MS registra 1.650 novos casos e bate recorde para fim de semana

Mato Grosso do Sul bateu recorde de novos casos de covid para um fim de semana. Foram 1.650 novos infectados confirmados nesta segunda-feira (07), pelo boletim da covid, da SES (Secretaria Estadual de Saúde). 

De acordo com o boletim, o Estado registrou mais 63 mortes por covid e chega a 7.185 óbitos pela doença até o momento. Assim, a média móvel é de 52.9, ou seja, por dia, cerca de 53 pessoas perderam a vida para o coronavírus nos últimos 7 dias. 

"É um número exageradamente grande", declarou o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, afirmando que a 'desobediência' da população está causando esse alto número, citando casos de casamentos e até gravação de DVD musical sendo gravado em plena pandemia.

Conforme os dados, foram 1.650 novos casos confirmados nas últimas 24h, com média móvel de 1.783 casos nos últimos 7 dias.  Assim, Resende reforçou: "É preciso medidas mais enérgicas em Mato Grosso do Sul".

A secretária-adjunta da saúde em MS, Christinne Maymone, informou, ainda, que a semana epidemiológica que se encerrou no sábado (05) teve o maior número de casos confirmados de toda a pandemia. "Isso é uma vergonha para todos nós, temos média móvel crescente nos últimos dias", disse.

Internações

Com a maior taxa de ocupação de leitos UTI da pandemia, MS tem 1.303 pacientes internados com a doença em todo o Estado. Desses, 552 estão em estado grave, em leitos UTI (Unidade de Terapia Intensiva), sendo 425 pelo SUS e 127 em hospitais privados. Outros 751 estão em leitos clínicos, sendo 575 pela rede pública e 176 na rede particular.

O secretário Geraldo Resende reforçou que o Estado está com falta de leitos, atingindo a taxa de 100% em todas as macrorregiões. Somente em Campo Grande a ocupação em UTIs para covid é de 108%.

 


Crédito imagem: Divulgação

Crédito matéria: Da Redação com Assessoria