Menino fingia dormir enquanto avô estuprava irmãs em Campo Grande

Duas irmãs de 5 e 9 anos foram sistematicamente estupradas durante 10 meses pelo avô de 63 anos, em Campo Grande. O irmão das vítimas teria flagrado o crime várias vezes já que fingia dormir enquanto o idoso abusava das netas.

Os estupros sempre aconteciam quando as crianças iam dormir na casa do autor, que mandava que as netas tomassem banho e fossem dormir na sua cama, enquanto o menino dormia em outra cama, na residência. Os abusos ocorreram entre janeiro de 2019 e outubro de 2019.

Em depoimento especial na Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente), uma das vítimas contou, "Meu avô levava eu e minha irmã para dormir na cama com ele, e meu irmão dormia na outra cama, lá só tem a sala, cozinha e a porta de sair. Meu avô tirava minhas roupas e ficava de cueca, e depois passava as mãos no meu corpo”.

A criança ainda revelou que o avô não gostava que o irmão fosse dormir na casa, “Mas ele não gostava do meu irmão dormindo lá, porque ele falava que ia ver e ninguém podia ver". Ainda segundo o depoimento da menina, “Meu avô falava o nome daquilo, eu não sabia o nome, ele falava que não podia contar pra ninguém que a gente transava".

O menino, irmão das vítimas, também prestou depoimento especial relatando que via seu avô praticando os abusos, já que quando ia dormir na casa do idoso, ele apenas fingia que teria caído no sono, mas devido à luz da televisão ficar acesa conseguia ver o avô pegando em suas irmãs.

O idoso acabou condenado a oito anos de reclusão, em regime fechado, sem direito de recorrer em liberdade, e também foi condenado ao pagamento de R$ 2 mil de indenização para cada vítima.

A sentença foi proferida em junho deste ano. A defesa apelou pedindo pela absolvição, mas a Justiça negou e a sentença foi confirmada em outubro deste ano.


Crédito imagem: (Ilustrativa)

Crédito matéria: Thatiana Melo