'Vai cair! Sai daí!': Turistas tentaram avisar antes que rocha se desprendesse e caísse em lanchas no MG

Bloco de rocha que atingiu turistas em lanchas neste sábado (8), em Minas Gerais, estava dando 'sinais' de que iria se desprender e cair. Vídeo mostra um grupo que estava em outras embarcações tentando alertar os outros barcos que estavam mais próximos do paredão. 

"Aquele pedaço tá saindo lá. Sai daí! Tá caindo lá! Tá caindo muita pedra!", dissem os turistas e guias que presenciaram o deslizamento de pedras na região dos cânions no Lago de Furnas, em Capitólio, Minas Gerais. Em questão de um minuto dos alertas, a rocha se desprende e acerta pelo menos três embarcações. 

Conforme a impresa local, preliminarmente, das três lanchas, duas afundaram e cinco pessoas morreram, sendo dois homens não identificados. Pelo menos 25 vítimas foram resgatadas e encaminhadas para a Santa Casa de Capitólio e hospitais das cidades próximas.

“Duas pessoas foram atendidas na Santa Casa de Piumhi. Elas apresentam fraturas expostas, abertas. Três estão na Santa Casa de Passos e outras quatro em município próximo. Outras foram liberadas”, afirmou porta-voz do Corpo de Bombeiros mineiro, tenente Pedro Aihara. Por volta das 15h (horário de MS), a corporação atualizou os números para 34 feridos (9 internados) e dois mortos.

Cabeça d’água

Ainda segundo o porta-voz, o Corpo de Bombeiros foi acionado por volta de meio-dia por funcionários que trabalhavam próximo a uma ponte da região. “Eles relataram que teria ocorrido uma cabeça d’água na região dos Cânions e, em decorrência disso, teria acontecido um rolamento de pedras e estruturas rochosas. Três embarcações foram atingidas e duas afundaram”, disse.


Crédito imagem: Divulgação

Crédito matéria: Agência Estado