Candidatos ao Programa de Incubação têm até 30 de novembro para se inscrever em seleção

Empreender, inovar e gerar oportunidades são as ações mais exigidas pelo mundo dos negócios. Mas sabemos que nos dias de hoje é preciso muito mais, é preciso gerar valor e impactar a vida das pessoas. Neste sentido, a Prefeitura de Campo Grande, por meio do Programa Municipal de Incubação de Empresas (Proincubação), criado pela Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio (Sidagro), está com edital aberto para selecionar futuros incubados.

Se você tem uma ideia inovadora, ou já tem uma empresa, e precisa se capacitar, a hora é agora! Nas incubadoras você terá um ambiente de capacitação, assessorias nas áreas de marketing, direito, gestão, propriedade intelectual, troca de experiências com mentoria e coworkings, auxílio na busca de financiamentos e investimentos, além de desenvolvimento pessoal para fazer do seu negócio uma empresa transformadora.

Quem passou pelo processo sabe a diferença. Cristhiane Vicente Nantes Santos, da Queijaria Vó Ziza, é quem nos conta essa história. “Fazer queijo sempre foi coisa de família pra gente. Uma tradição! No começo as peças eram produzidas na chácara dos pais, entregamos cerca de 15 quilos por semana, mas logo a produção passou para 100 quilos e em seguida para 300 quilos. Com o aumento da demanda, procuramos a Prefeitura de Campo Grande e entramos na Incubadora Municipal. Chegamos produzindo 5 tipos de queijos, hoje são mais de 16”.

Dentre tantas inovações, a Queijaria Vó Ziza já participou da Expoqueijo 2022, em Araxá (MG), onde concorreu com outros 52 queijos dentro da categoria. Ficou com nota acima da média geral. Também participou do último Mundial do Queijo em São Paulo. O evento teve mais de 1.200 inscritos.

Se você também sonha em crescer, o edital para o processo de Seleção de Propostas para participar do Programa Municipal de Incubação de Empresas (Proincubação) é contínuo, mas o Pitch (apresentação da proposta com duração de dez minutos) para a banca examinadora será no dia 1º de dezembro.

Quem ainda não se inscreveu e quer participar precisa fazer a inscrição com a proposta, onde mostrará a potencialidade do negócio. Entre os critérios são avaliados os potenciais de geração de emprego e renda, mercado, viabilidade técnica, econômica e financeira, capacidade técnica e empreendedora, potencial de desenvolvimento econômico, social e tecnológico, destinação correta de resíduos, entre outros.

O edital tem opções de incubação residente e à distância, porém, neste primeiro momento, a preferência se dará para os empreendedores que desejam incubar à distância em razão das reformas pelas quais passarão as incubadoras. Também podem participar empresas e cooperativas não formalizadas ou formalizadas até com 36 meses de criação. A razão desta medida é contemplar empreendedores que foram prejudicados pela pandemia.

Apoio e capacitação

“As capacitações serão realizadas nas áreas de gestão, pessoal, tecnologia, mercadológica, financeira, jurídica e de sustentabilidade, oferecendo, também, possibilidades de acesso a provedores de serviços profissionais e a investimentos”, explica Adelaido Vila, titular da Sidagro.

O processo de prospecção e seleção de novos empreendedores, empresas ou cooperativas produtivas que atuem ou pretendam atuar nos segmentos das Incubadoras Municipais será realizado por uma comissão avaliadora composta por número ímpar de integrantes, sendo no mínimo, 5 (cinco) membros de notório saber. O resultado final do Edital, com os nomes dos proponentes aprovados, será publicado no Diogrande e afixado na sede da incubadora.

 4 Incubadoras de empresas e cooperativas

  • NORMAN EDWARD HANSON – modelo tradicional. Tem como alvo empreendedores do segmento de Alimentos para o consumo humano e Tecnologia de Alimentos.

Vagas: Pré-Incubação 10.

  • ZÉ PEREIRA – modelo mista. Tem como alvo empreendedores de vários segmentos como confecção têxtil e afins, artesanato, serigrafia, tecnologia, serviço, logística reversa e outros.

Vagas: Pré-Incubação 10.

  • MÁRIO COVAS – modelo mista. Tem como alvo empreendedores de vários segmentos como confecção têxtil e afins, artesanato, serigrafia, tecnologia, serviço, logística reversa e outros.

Vagas: Pré-Incubação 10.

  • FRANCISCO GIORDANO NETO – modelo tradicional. Tem como alvo empreendedores do segmento tecnológico, em diferentes áreas.

Vagas: Pré-Incubação 10.

SERVIÇO –  Os interessados deverão realizar as inscrições pelo site da SIDAGRO: https://www.campogrande.ms.gov.br/sidagro/ ou pelo link:

https://forms.gle/CcEwnX252LXsu29m6.


Crédito matéria: Assessoria